Textifique

Literatura

20

jun

“Uma escada que deságua no silêncio”, de Milton Rezende

ALGUNS POEMAS OU TRECHOS: HISTÓRIA CONCISA “O poeta dobra a esquina com uma sacola de plástico: pão, bife de hambúrguer …

Leia Mais

16

jun

Para leitores diferenciados

Por Sinvaldo Júnior   Um leitor do século XXI, do ano de 2015, talvez achará difícil a leitura de A …

Leia Mais

9

jun

Uma escrita de desaprendizado e avessa ao embrutecimento

Por Michel Domenech   Ler Wigvan é uma forma de desaprendizado. É ver nossas verdades engessadas em confronto com as …

Leia Mais

7

jun

“A última música”, de Nicholas Sparks

Por Rogers Silva . Às vezes me rendo aos best sellers. Não é sempre. Dessa vez, depois de comprar alguns …

Leia Mais

4

jun

CorraAtrásDessesLivros IV

Por Rogers Silva Memorial do convento, de José Saramago – Deslumbramento: essa é a palavra para definir esse romance de …

Leia Mais

2

jun

Literatura estrangeira é muito melhor

Por Rogers Silva Um dia visite as listas dos livros mais vendidos de qualquer revista brasileira. Não se contente em …

Leia Mais

28

mai

Uma Maria: uma face diferente de Wigvan

Por Ana Luiza Veloso Diferente da sensibilidade erótica de alguns de seus textos mais conhecidos, como o conto “Amor às …

Leia Mais

25

mai

Satã rouba a cena

Por Sinvaldo Júnior . Se a história de Noite na taverna, de Álvares de Azevedo, acontecesse hoje em dia, seria …

Leia Mais

22

mai

Breve entrevista com Wigvan Pereira

É diferente, mas é o nome dele: Wigvan – leitor de mundos, pessoas e livros. Fazedor de coisas abstratas. Imaginador …

Leia Mais

20

mai

“Angu de sangue”, de Marcelino Freire

EPÍGRAFE: “Eu precisaria de alguém que me ouvisse. Mas que me ouvisse sentindo cada palavra como um tiro ou uma …

Leia Mais

Contate

E-mail: textifique@gmail.com

Fixo: (34) 3223-9223 | WhatsApp e Tim: (34) 99331-2050

Skype: textifique

Compartilhe

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Siga o Textifique

Desenvolvido por Mídia360 © textifique. Todos os direitos reservados.